26 de fev de 2012

Sonetinho de Uma Só Rima. (Duas, talvez).

Mordo-me inteiro
(sem receio!)
De joelhos
Pro sangue (es)correr


Olho no espelho
(o sorriso sorrateiro!)
E despenteio
Como que pra enlouquecer


Ao léu
(sou eu que o permeio?)
Retroceder


Sou vermelho
(a cor do seu beijo!)
Que deixou de me pertencer.

Um comentário:

  1. Ai lembro desse poema quase de cor de toda vez que releio eu sempre releio mil vezes, é qqq

    Lindo demais! *=*

    ResponderExcluir