5 de mai de 2017

jorge

jorge tem um hobbie
é um tempo sagrado depois do expediente em que
desejoso, fecha os olhos e sonha
sonha com o dia em que tudo fosse diferente

se eu fosse maior melhor
ele pensa
mais rico mais magro
tivesse um carro um carinho um amor um afago
se essa cadeira fosse mais confortável
se esse emprego fosse mais confortável
se essa pele fosse mais confortável
se eu não dormisse pensando no que eu podia ter dito
e vendo a reprise de friends todo esparramado
porra, se eu tivesse nascido bonito
e não fosse covarde
ia ser tudo tão mais fácil

se eu jogasse tudo pro alto e
rodasse esse mundo e
entrasse pra uma banda de rock e
e cantasse as palavras certas num refrão bem agudo e
tivesse um cabeludo no fundo tocando um baixo
se eu fosse compreendido reconhecido  e
se eu fosse amado
ia ser
tudo
tão
mais fácil

jorge tem um vício
é um tempo sagrado
em que depois do expediente
põe-se embriagado
das coisas ausentes.

enquanto suas plantas murcham
e os dentes amarelam
e os ouvidos não ouvem
e os olhos não veem
e os passarinhos continuam cantando de manhã
os carros correm e o vento sopra
e dona maria da padaria dá bom dia
quando jorge passa
e cumprimenta o cãozinho vira-lata
que tem aquela carinha de cê não tem comida aí não?
e as gentes importantes apertam as mãos
e contam piada e ouvem a rádio
e param e andam e atravessam as ruas apressados.

e a felicidade
encolhidinha
num canto escuro
não morre:
é um pézinho
murcho de planta
que resiste
na varanda
do apartamento do jorge.

Um comentário:

  1. *o*
    Amei!
    Nem sei ao certo o que comentar, porque perdi a prática, mas achei que merecia um comentário, não só uma curtida. :3

    ResponderExcluir